VERGONHA NACIONAL - Mais uma vez políticos e DEPUTADO ESTADUAL de Rondônia são destaques de corrupção.

Vergonha Nacional, Rondônia é destaque no senário nacional negativamente, CORRUPÇÃO é o destaque mais uma vez.

VERGONHA NACIONAL - Mais uma vez políticos e DEPUTADO ESTADUAL de Rondônia são destaques de corrupção.
Operação Reciclagem prende políticos em Rondônia.

A operação Reciclagem realizada na sexta-feira (25) em Rondônia pela Policia Federal trouxe a tona um grande esquema de corrupção que abrangia quatro municípios do interior.

Todos denunciados foram flagrados e flmados recebendo dinheiro de um empresário do ramo de coleta de Lixo das cidades do interior de Rondônia entre elas JI-PARANÁ, ROLIM DE MOURA, SÃO FRANCISCO DO GUAPORÉ e CACOAL. Entre os acusados de corrupção, estão os prefeitos Macito Aparecido Pinto (Ji-Paraná), Luiz Ademir Shock o Luizão do Trento (Rolim de Moura), Glaucione Rodrigues (Cacoal) e Gislane Clemnete a Lebrinha (São Francisco), também foi flagrado em vídeo o deputado estadual de Josér Eurípedes Clemente do MDB conhecido como JOSÉ LEBRÃO e o Ex-Deputado Estadual Daniel Neri também envolvido em outro esquema de corrupção condenado na Operação Dominó.

Em um dos vídeos a prefeita de CACOA/RO Glaucione Rodrigues, do MDB, abre a bolsa e a enche com vários pacotes de dinheiro. Em outro trecho das gravaçoes o marido de Glaucione e ex-deputado estadual Daniel Neri, acompanha o recebimento da propina. Mais a frente na gravação, Daniel Neri está sozinho recebendo a propina e guarda o dinheiro dentro da calça.

   

Em uma parte da filmagem, a prefeita de São Francisco de Guaporé, Gislaine Clemente, do MDB, filha do então deputado estadual José Eurípedes Clemente, o Lebrão, do MDB, abre um envelope escuro para guardar os pacotes da propina. Em outra gravação,  o pai dela, Lebrão, aparece sozinho recebendo a propina e guarda tudo em um saco comum escuro. 

Já o prefeito de Rolim de Moura, Luiz Ademir Shock, o Luizão do Trento do PSDB, pega o dinheiro da propina no quarto de hotel, em sua casa a Polícia Federal aprendeu cerca de 5 milhões de reais em espécie e jóias.

Ainda sobre a gravações a Policia Federal informou que não aparecem imagens do prefeito de Ji-Paraná Marcito Aparecido Pinto do PDT, que também denunciado e preso na Operação Reciclagem  pelo esquema de propina .

Segundo a Polícia Federal, quem entregava a propina é um empresário que tem contratos com prefeituras do interior de Rondônia. Ele fez a denúncia e disse que só recebia das prefeituras se desse uma parte para os prefeitos.